Blog Bem Panvel

Diabetes: saiba como prevenir e tratar a doença para ter qualidade de vida

Por 
 | 
27/06/2022
4 min. de leitura

Um sério problema de saúde que deve atingir 21,5 milhões de adultos até 2030 no país. Estamos falando do diabetes, sobre a qual o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking das nações com maior incidência da doença, de acordo com o Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes.

O Dia Nacional do Diabetes, neste 26/06, alerta sobre a importância de um estilo de vida saudável, com alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos, como o principal pilar de prevenção ao desenvolvimento da doença. Ela aparece quando a quantidade de açúcar – também chamada de glicose – está presente no sangue em níveis acima do normal e de forma contínua.

A endocrinologista Fernanda Victorazzi Lain, da Clínica de Diabetes e Tireoide, explica as diferenças entre os tipos de diabetes:

  • Diabetes tipo 1 (DM1): é a condição médica crônica que ocorre quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina. Ocorre geralmente por uma destruição autoimune das células beta do pâncreas, não possuindo relação com maus hábitos alimentares e excesso de peso. Costuma ter início na infância ou na idade adulta jovem, mas pode se desenvolver em qualquer fase da vida. Requer monitoramento regular de açúcar no sangue e tratamento com insulina.
  • Diabetes tipo 2 (DM2): é o tipo mais comum de diabetes em adultos e é caracterizado por hiperglicemia (aumento do açúcar no sangue) e graus variáveis de deficiência e resistência à insulina. É uma doença comum, cuja prevalência aumenta com graus crescentes de obesidade. Possui influência genética, sendo mais frequente em quem já tenha algum familiar próximo com a doença. O tratamento é baseado em mudanças do estilo de vida (alimentação saudável, prática de atividades físicas e diminuição de peso corpóreo), aliadas ao monitoramento da glicose no sangue e medicações. Ao longo do tempo, muitos pacientes com diabetes tipo 2 podem precisar de insulina para o controle da glicose.
  • Diabetes gestacional (DMG): é o aumento dos níveis de glicose no sangue (hiperglicemia) cujo início ou detecção ocorre durante a gravidez. A mudança de estilo de vida, através de cuidados alimentares e realização de atividade física, quando liberada pelo obstetra, é essencial e pode ser suficiente para o tratamento de muitas mulheres. Em casos selecionados, medicamentos devem ser adicionados para um melhor controle dos níveis glicêmicos.

Diabetes pode ser assintomático

Reconhecer os sintomas do diabetes nem sempre é tarefa fácil. A endocrinologista explica que, muitas vezes, a doença se desenvolve de forma assintomática. "Por isso dizemos que é uma doença silenciosa e traiçoeira. Em diversos casos, o paciente descobre a doença em exames de rotina", explica a endocrinologista, que também é professora do curso de Medicina da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Quando o diabetes manifesta sinais, eles podem ser:

  • Perda de peso apesar do aumento do apetite
  • Cansaço
  • Boca seca com aumento da sensação de sede
  • Necessidade de levantar muitas vezes para urinar na madrugada

Por isso, é importante realizar testes regulares para verificar o nível de açúcar no sangue. O Panvel Clinic oferece exames de detecção do diabetes como o Check-up do Diabetes e o exame de glicose.

Importância da prevenção

Estudos mostram que alguns grupos, como as gestantes e as pessoas negras - especialmente as mulheres -  têm mais chances de desenvolver o diabetes. Mas mesmo quem tem predisposição genética - ou seja, algum familiar de grau próximo com a doença - pode tentar evitar que ela se manifeste.

A alimentação saudável e equilibrada e a prática regular de atividade física são essenciais para evitar o desenvolvimento do diabetes. "Hoje em dia, falamos cada vez mais em prevenção. Além da busca de um peso saudável com dieta balanceada e da prática regular de atividade física, é importante manter uma rotina com pelo menos sete horas de sono noturno e controle do estresse - muitas vezes, indicamos psicoterapia para isso", afirma a doutora Fernanda.

Tratamento para o diabetes

O primeiro passo para quem foi diagnosticado com diabetes é procurar um médico endocrinologista para receber as orientações gerais de cuidados alimentares. É o especialista quem definirá o tratamento, que deve ser iniciado de forma rápida, com o objetivo de controlar o diabetes e evitar as complicações mais severas da doença. O acompanhamento de nutricionista, cardiologista e oftalmologista também é importante e também será orientado pelo endocrino.

Além disso, o tratamento do diabetes requer mudanças no estilo de vida. Quando isso ocorre, os ganhos não demoram a aparecer. Ainda que a doença não tenha cura, o tratamento controla o nível de açúcar no sangue. Se você foi diagnosticado, informe-se e siga as orientações médicas para manter o diabetes sob controle e desfrutar de qualidade de vida.

O Panvel Clinic possui disponibilidade do Check-Up do Diabetes para pacientes que já possuem a doença e precisam acompanhar o metabolismo dos órgãos do corpo periodicamente. Além disso, para pacientes que precisam fazer a verificação da glicemia, as lojas com serviços Clinic possuem profissionais capacitados para realizar o serviço farmacêutico. Para mais informações dos serviços Clinic, chame nossa equipe no WhatsApp do Clinic no 3218 9000.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

menu