Sequelas da covid-19: conheça os principais casos

por | 10 maio, 2021

4 min. de leitura

Estudos mostram que oito em cada dez pessoas que tiveram a covid-19 apresentam ao menos um sintoma ocasionado por sequelas, mesmo depois de curados. Essas repercussões de médio e longo prazo são chamadas de Síndrome pós-Covid.

O tratamento para as sequelas da covid-19 variam conforme a gravidade do caso do paciente. Como são muitos sintomas diferentes, cada paciente recebe um tratamento específico, de acordo com o quadro, normalmente acompanhado por uma equipe multidisciplinar.

Um estudo realizado por diversas universidades identificou que mulheres com menos de 50 anos têm cinco vezes mais chances de apresentar sequelas. A mesma investigação detectou sintomas sete meses após ter contraída a doença.

Covid pode deixar sequelas?

Sim, pessoas contaminadas pelo coronavírus podem apresentar sequelas. Essas complicações tardias no organismo podem ser permanentes ou temporárias.

Os danos no organismo podem afetar a qualidade de vida e até mesmo a rotina do dia a dia. Por exemplo, disfunções pulmonares tendem a dificultar a realização de atividades cotidianas, como, por exemplo, subir escadas.

Recentemente, foram divulgados estudos que relatam que 80% dos infectados pelo novo coronavírus têm sequelas até sete meses depois de contraírem a doença. Entre os sintomas mais comuns estão fadiga, falta de ar, perda de paladar, queda de cabelo e dores musculares.

Sequelas graves da covid-19

Casos mais graves da doença podem deixar reflexos no sistema nervoso e cognitivo. Nestas situações, os efeitos da covid-19 são sentidos no organismo por um prazo maior. Isto é, características crônicas, que vão exigir cuidados prolongados

Dentro destes cenários mais complexos, em que os pacientes precisaram de ventilação mecânica, há uma atrofia muscular, decorrente das medicações sedativas. Nessas situações, além de acompanhamento nutricional, são necessárias sessões de fisioterapia.

Quais sequelas a covid pode deixar?

Os órgãos mais afetados na Síndrome pós-Covid são os pulmões, o coração e os rins. Em pacientes mais críticos, há relatos de danos cerebrais.

Tosse, perda de paladar, perda de olfato e fraqueza muscular aparecem na maioria das queixas.

Apesar de ainda não haver pesquisas conclusivas, há indicativo que as maiores causas de reinternação hospitalar decorrem de lesões cardiovasculares e pulmonares pós-covid. Isso tem sido apurado em relatos médicos.

Danos pulmonares

Fibroses, inflamações nos pulmões e redução da capacidade pulmonar.

Danos neurológico

Depressão, déficit cognitivo, alterações de humor e perda de memória.

Danos cardíacos

O principal problema cardíaco relacionado à infecção pelo Sars-Cov-2 (coronavírus) é a insuficiência cardíaca, que é a perda da capacidade do coração em bombear o sangue. A taquicardia é outro sintoma recorrente.

Danos renais

Cerca de 40% dos pacientes que precisam ser internados para o tratamento por Covid têm insuficiência renal. Nestes casos, o tratamento é feito por meio de hemodiálise, e ainda não há especificação científica que ateste o período para a cura da doença.

Danos no sangue

A trombose é identificada em cerca de 30% dos pacientes internados em UTI com covid-19. Isso porque a infecção pelo novo coronavírus causa disfunções na coagulação do sangue.

A covid-19 deixa sequelas permanentes?

Segundo a médica Ludhmilla Hajjar, cardiologista e professora da Universidade de São Paulo (USP), entre 10 a 20% dos pacientes que ficam em ventilação mecânica têm a necessidade de oxigênio permanente.

Contudo, ainda é muito cedo para saber quais são sequelas serão permanentes, pois convivemos há pouco tempo com o vírus. Mas já há relatos de pacientes que apresentam danos persistentes no organismo após terem ficado em estado grave.

É possível prevenir as sequelas?

Como qualquer doença, não há como prevenir ou prever as complicações futuras decorrentes da infecção. A melhor indicação para evitar a Síndrome pós-Covid ainda é a prevenção à contaminação pelo coronavírus.

Portanto, higienizar as mãos, usar máscara, manter o distanciamento e o isolamento social são os melhores tratamentos.

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Queda de cabelo pós-covid: entenda o que se sabe - Blog Bem Panvel - […] Desde que a pandemia começou, alguns pacientes relataram queda de cabelo pós-covid. Os estudos sobre o assunto ainda são…
  2. Trombose: o que é, como tratar e prevenir - Blog Bem Panvel - […] trombose está cada vez mais sendo associada à Covid-19, doença causada pelo vírus SARS-CoV-2.  Segundo Naves, isso ocorre porque…
  3. Cuidados com a saúde no inverno: dicas para ficar saudável - Blog Bem Panvel - […] como a H1N1 e a própria covid-19 podem ser transmitidas de pessoa para pessoa por meio do contato com…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest