Blog Bem Panvel

O que levar na bolsa maternidade para o hospital?

Por 
 | 
04/06/2022
3 min. de leitura

O período de gestação de um bebê é repleto de emoções e sentimentos à flor da pele, e o momento de arrumar a bolsa maternidade não poderia ser diferente. Para muitas grávidas, esse é o momento em que a ficha cai, indicando que o bebê está perto de nascer.

É comum que muitas mulheres se sintam ansiosas nesse momento, principalmente as mamães de primeira viagem, e isso pode atrapalhar um pouco na hora de separar o que levar para a maternidade.

Pensando nisso, nós da Panvel produzimos esse conteúdo com algumas dicas do que levar para a maternidade. Além de falar alguns itens essenciais, que você pode encontrar no nosso setor de Infantil e Gestante, tanto para o bebê, para a mãe e para o acompanhante.

Então, se o seu momento de arrumar as malas para a maternidade está chegando e você não sabe o que levar, continue com a leitura desse conteúdo até o final e esteja preparada para sua hora!

O que levar na bolsa da mãe para maternidade

A bolsa maternidade é essencial para garantir o conforto tanto do bebê quanto da mãe. Levando em conta que em alguns casos os dois precisarão ficar no hospital por até quatro dias e que esse período é de muita adaptação para ambos, alguns itens são necessários para tornar esse momento mais fácil.

Algumas pessoas acham que a bolsa maternidade é dedicada apenas para o bebê, quando na realidade ela deve conter itens para a mãe e para quem for acompanhá-la durante esses dias no hospital.

No entanto, é preciso tomar cuidado para não exagerar no que levar. E saber escolher bem os itens para o bebê, visto que ele ainda é muito sensível a tudo ao seu redor. Abaixo, listamos alguns itens básicos para serem levados para cada parte envolvida. Confira!

Para o bebê

É importante manter em mente que o bebê não está acostumado com todos os elementos que será exposto após nascer, e por isso precisa de mais proteção. E por mais que a pele do bebê seja naturalmente mais quente, é importante usar roupas compridas e quentinhas, pois o bebê tem mais dificuldades em controlar o calor corporal, sendo mais propenso à hipotermia.

Alguns itens que devem ser colocados na bolsa maternidade para o bebê são:

  • Body;
  • Mijões;
  • Macacões;
  • Pares de meia;
  • Fraldas de boca;
  • Casaquinhos com botões na frente;
  • Xale ou cobertor;
  • Conjunto de roupa para saída da maternidade;
  • Mantas;
  • Pacote de fralda descartável;
  • Escova para cabelo;
  • Toalhas fraldas;
  • Sabonete líquido de glicerina (PH neutro);
  • Cotonetes;
  • Álcool 70%;
  • Bolinhas de algodão;
  • Pomada para assadura;
  • Sacolinha para roupas sujas.

Para a mãe

É fundamental que a mãe se sinta confortável e bem consigo mesma, afinal, acabou de passar por um momento de muita emoção e sua vida virou completamente de cabeça para baixo. Veja alguns itens indicados:

  • Camisolas, ou pijamas com abertura frontal;
  • Roupão;
  • Calcinhas confortáveis;
  • Meias;
  • Sutiãs próprios para amamentação;
  • Absorventes para os seios;
  • Produtos de higiene pessoal, incluindo absorvente noturno;
  • Chinelo para o banho;
  • Chinelo ou pantufa para o quarto;
  • Muda de roupa para a saída da maternidade;
  • Cinta pós-parto;
  • Presilhas, caso você tenha cabelo longo;
  • Sacola para roupas sujas.

Acompanhante

Em alguns casos as mães têm direito a um acompanhante durante seu período no hospital. Pode ser o pai do bebê ou também outro familiar que a mãe escolher. Veja o que essa pessoa deve levar:

  • Pijama;
  • Produtos de higiene pessoal;
  • Roupa íntima;
  • Muda de roupa;
  • Sapatos confortáveis;
  • Chinelo;
  • Celular e carregador.

Vale a pena lembrar que aqui estamos falando de forma genérica e que o recomendado é ver com o hospital em que o parto irá acontecer o que é permitido levar. E claro, não esqueça seus documentos, e em caso de hospitais particulares, não esqueça de levar a carteirinha de convênio e carta do médico, se tiver.

Quando começar arrumar a bolsa maternidade

Sabemos que cada gestação acontece de uma forma diferente e apesar do mais falado ser o bebê nascer com 40 semanas, nem sempre é isso que acontece. Por isso é importante estar preparada para imprevistos.

Por isso, a dica é começar a preparar a mala três meses antes da data prevista para o parto, pelo menos com os itens mais essenciais. Dessa forma, caso algo aconteça, não precisa correr com as arrumações ou ser pega despreparada.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

menu