Receita digital: como funciona a prescrição eletrônica de medicamentos

por | 8 jul, 2021

3 min. de leitura

A transformação digital é um processo que afeta até os mercados mais tradicionais. Na área médica, profissionais podem prescrever medicamentos com a receita digital, o que torna viável a telemedicina e acompanhamento de pacientes a distância.

Não havendo a necessidade do papel e da consulta física, a prescrição digital facilita o atendimento e agiliza o tratamento — sem que se perca em segurança, como você verá a seguir.

O que é receita digital?

Receita digital é a possibilidade de o médico receitar medicamentos de forma online, gerando um arquivo que pode ser aberto em computadores, celulares e tablets e validado com um certificado digital.

Esse instrumento foi viabilizado a partir da ação conjunta do Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselho Federal de Farmácia (CFF) e Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Como funciona a receita digital

A receita digital só pode ser emitida por meio de um certificado digital da ICP-Brasil, um órgão público que funciona como sistema nacional de certificação digital.

Os médicos têm acesso a modelos de prescrições no site do CFM, mas também é possível emitir receitas digitais através dos Conselhos Regionais de Medicina dos estados.

Depois de emitida a receita, o médico a envia em formato PDF para o paciente pelo canal desejado — pode ser por e-mail ou WhatsApp, por exemplo.

Esse mesmo arquivo é encaminhado à farmácia. Assim, não é preciso imprimir o documento e é possível comprar o medicamento desejado sem sair de casa.

Antes de vender o remédio, no entanto, o farmacêutico precisa validar a prescrição. Isso é feito por meio do site validador de documentos https://assinaturadigital.iti.gov.br/.

A receita digital é segura?

O sistema de prescrição eletrônica é até mais seguro que o modelo convencional, que usa receitas escritas ou impressas, mais vulneráveis à falsificação.

Isso graças à assinatura digital, uma tecnologia criptografada que garante a integridade do documento e o protege contra alterações.

Na hora de vender o medicamento, o farmacêutico utiliza um sistema que verifica se a receita eletrônica é verdadeira e se o registro do médico junto ao CRM está ativo.

Experimente a prescrição digital

Converse com seu médico sobre a possibilidade de receitar medicamentos a distância. É uma alternativa interessante para pacientes que já fizeram os exames e consultas presenciais e precisam apenas de continuidade no seu tratamento.

E também para alguns casos em que a telemedicina pode ser utilizada sem prejuízos ao diagnóstico do médico desde o início do tratamento. Experimente a comodidade da tecnologia e compre seus medicamentos online pelo site Panvel.com.

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tudo sobre hepatite medicamentosa: o que é, sintomas e tratamento - Blog Bem Panvel - […] remédios sem prescrição médica é um hábito bastante comum entre os brasileiros, mas que pode trazer sérios problemas à…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest