5 razões que impedem você de fazer exercícios na quarentena

por | 6 maio, 2021

5 min. de leitura

Com a necessidade do isolamento social, muita gente começou a se perguntar: e agora, como fazer exercícios na quarentena?

Pode parecer um problema pequeno, “não essencial”. Mas a prática regular de atividades físicas colabora com a saúde do corpo e também da mente — o que é muito importante, já que o isolamento acaba com o ânimo de muita gente.

Como se exercitar na pandemia?

Você já deve saber que as restrições para frequentar a academia ou jogar futebol com os amigos não é desculpa para não praticar atividades físicas.

É possível se exercitar em casa ou em parques (desde que não haja aglomerações e isso seja permitido na sua cidade).

Mas aí surge um outro problema: a disciplina para tornar as novas práticas um hábito e praticar exercícios com regularidade.

Por que você não tem disciplina para fazer exercícios na quarentena

A seguir, listamos 5 possíveis motivos que podem estar atrapalhando a regularidade de seus exercícios durante a quarentena. Confira.

1. Você acha que precisa investir em estrutura ou equipamentos

Claro que, se você tem uma academia em casa, com uma sala dedicada apenas para a prática de exercícios e vários equipamentos, isso é ótimo. Mas a maioria das pessoas não dispõe desse espaço — e isso não é um problema.

Existem acessórios bem simples, como halteres, elásticos e cordas, que ocupam pouco espaço e permitem fazer uma série de exercícios. E é possível se exercitar mesmo sem eles, fazendo flexões, abdominais e agachamentos.

Se você gosta de uma boa corrida, é mais simples ainda: não precisa de uma esteira, apenas de um bom tênis e sair para um local aberto, que não tenha muita gente.

Exercícios na quarentena, mulher se exercita com galão de água

2. Você tem expectativas exageradas

Segundo a OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. Um dos problemas da pessoa ansiosa é que ela se preocupa muito com o futuro, o que pode gerar expectativas que atrapalham as atividades que acontecem no presente.

A dica aqui é fazer um controle de expectativas, focando no processo, e não no resultado.

Isto é, em vez de estabelecer a meta de perder X quilos em uma semana, tenha o objetivo de se exercitar Y dias por semana ou Z minutos por dia.

3. Você não faz uma boa gestão do tempo

Entre as pessoas que começaram a trabalhar em casa por conta da pandemia, um problema comum é a dificuldade de gerir o tempo.

Muitos acabam trabalhando ainda mais que antes, indo além do horário, ou então misturam períodos de lazer e atividades pessoais no meio do expediente.

Esse tipo de problema prejudica a prática de exercícios na quarentena, principalmente porque acaba faltando tempo para as atividades físicas.

4. Você não trata os exercícios como prioridade

Essa é uma razão que tem alguma relação com a anterior. Porque quando uma pessoa diz que “não tem tempo” para se exercitar, é bem provável que ela tenha sim.

O que acontece é que ela prefere gastar esse tempo com outras atividades, como assistir televisão ou navegar nas redes sociais.

Nossa recomendação é mudar a maneira como você encara os exercícios. Não é algo a ser praticado “quando dá tempo”, e sim algo que “se arranja tempo” para praticar.

Exercícios na pandemia, mulher se exercita com duas garrafas

5. Você não consegue solidificar o hábito

A prática de atividades físicas é um hábito difícil de solidificar, porque exige uma certa dose de motivação quando a pessoa está começando.

Só que a motivação é incontrolável, oscila muito — em alguns dias temos, em outros não. É aí que entram a disciplina e o hábito, que fazem com que nos exercitamos mesmo quando não estamos tão a fim.

Os melhores macetes para consolidar um novo hábito são:

  1. Estabeleça um horário ou deixa (por exemplo, logo depois de levantar da cama);
  2. Crie metas pequenas, bem pequenas mesmo, como cinco minutos de exercício ou duas flexões por dia. O que você fizer além, ótimo, mas se fizer apenas o que estava programado porque não teve tempo de ir além, isso promove um reforço positivo do hábito.

Movimente-se!

Não aguenta mais as restrições da pandemia? Talvez esteja faltando o hábito dos exercícios.

As atividades físicas não servem apenas para ter um corpo bonito, elas também ajudam a “desanuviar” a cabeça.

Acredite: depois de uma sessão de exercícios, seus problemas e insatisfações parecerão menores. Siga nossas dicas e faça o teste! Para potencializar seus resultados, experimente os suplementos alimentares à venda na Panvel Farmácias.

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dia Mundial da Hipertensão: comece a prevenir hoje - Blog Bem Panvel - […] Sedentarismo: pratique pelo menos 150 minutos por semana de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física intensa…
  2. Conheça os melhores exercícios físicos para idosos - Blog Bem Panvel - […] prática de exercícios para idosos é fundamental para a manutenção da saúde e para garantir mais longevidade e […]
  3. Diabetes e atividade física: conheça os medidores de glicemia que tornam mais fácil o controle longe de casa - Blog Bem Panvel - […] apontam que ela é tão fundamental quanto os medicamentos no tratamento da doença. A prática de exercícios aumenta a…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest