Blog Bem Panvel

Depilação no verão: dicas para uma pele lisinha e sem manchas

Por 
 | 
12/11/2021
5 min. de leitura

Você os removeu mas, antes mesmo do que esperava, eles já começaram a aparecer novamente. Já reparou que os pelos tendem a crescer mais rápido no verão? Essa mudança ocorre em função da vasodilatação provocada pelo calor, fazendo com que a estação no qual o corpo está mais à mostra seja, também, a que se recorre com mais frequência à depilação. Por isso, os cuidados com a proteção da pele devem ser redobrados para quem opta por fazer a remoção dos pelos.

Mais importante do que o método escolhido para eliminá-los é tomar cuidado para que a pele não seja lesionada, conforme explica a dermatologista Márcia Donadussi. Regiões com irritação e vermelhidão provocadas tanto por lâmina, cera ou até cremes depilatórios podem dar origem a manchas.

"Pessoas que utilizam a gilete podem ter um cortezinho, o creme depilatório pode causar reação em quem tem sensibilidade, e até a cera pode machucar a pele. Por isso, a principal orientação, nessa época, é evitar tomar sol no dia da depilação. E, se a pele ficou sensibilizada, estender esse cuidado também aos dias seguintes à retirada do pelo", explica a dermato.

O método ideal existe?

Já que muitas pessoas vão diminuir o período de tempo entre uma depilação e outra, há alguma técnica depilatória ideal para o verão? De acordo com Márcia, o método ideal é o que fecha com a rotina e as características de pele de cada pessoa.

"No consultório, muitas pacientes reclamam que fazer depilação é chato e toma tempo. Ninguém gosta. Por isso mesmo, houve tanto crescimento dos métodos de laser, mais permanentes e até definitivos", explica a doutora. Se essa ainda não é uma realidade, é provável que você precise escolher entre uma das alternativas mais tradicionais. Para ajudar, listamos os prós e os contras das três técnicas mais convencionais no verão:

  • Cera: a principal vantagem da cera depilatória é que ela tem um período maior de duração do que a lâmina. Esse tempo varia de acordo com cada organismo e pode chegar a até 25 dias. O contra: pessoas com tendência a desenvolver foliculite - aquele pelinho encravado e inflamado -  provavelmente terão o problema agravado pela cera. Se, ainda assim, essa for a sua escolha, não esqueça de manter a pele hidratada após remover os pelos.
  • Lâmina: alternativa para quem busca praticidade e rapidez, precisa ser realizada com maior frequência do que a cera depilatória, pois costuma durar entre três e cinco dias. A dermatologista Márcia explica que, ao contrário do que se costuma pensar, a gilete não engrossa o pelo. Cada fio tem um formato cônico e, ao ser cortado com lâmina, adquire uma textura espessa, dando um toque mais áspero à pele. Quer optar por essa técnica? Certifique-se que não tem sensibilidade à lâmina e utilize um creme de barbear, fazendo a depilação sempre no sentido do crescimento dos pelos.
  • Creme depilatório: praticidade, rapidez e duração que pode ser de até uma semana são os principais benefícios do creme depilatório. Antes de optar por esse tipo de creme, é importante fazer um teste de contato, colocando-o em um pedacinho do braço. Se a pele não ficar vermelha ou irritada, seu uso pode ser estendido a áreas maiores. "É uma excelente alternativa para pessoas que não têm a pele sensível. Pode-se  fazer um uso de um óleo na pele, embaixo do creme depilatório, para proteger um pouco a pele do produto", recomenda Márcia Donadussi.

Pelos encravados

Um dos vilões da depilação, o pelo encravado aparece especialmente após a depilação com cera. "Os pelos encravam quando a pele fecha o orifício por onde sai o pelo. Isso acontece porque a pele não está bem hidratada, se passou por muito atrito ou até se pegou sol, gerando uma textura mais seca e uma camada mais espessa de células mortas e fechando o caminho de saída do pelo. Isso tende a ocorrer com maior frequência no verão", explica Márcia.

Os principais cuidados, nesse caso, são:

  • Manter a pele bem hidratada;
  • Usar hidratantes com ativos que favoreçam a renovação da pele, como a ureia;
  • Em casos persistentes, cremes prescritos por dermatologistas.

Da depilação à exposição ao sol

Existe um período mínimo a ser respeitado entre a depilação e a exposição ao sol? De acordo com Márcia, esse intervalo é o tempo de a pele estar íntegra. Se não houver machucados, se a pele não estiver irritada, vermelha ou sensível, está preparada para a depilação de qualquer tipo - e liberada para pegar sol, sempre com protetor solar.

"Fez depilação? As manchas de uma área irritada e vermelha tendem a originar manchas marrons se não houver o cuidado adequado. Por isso, o tempo mínimo para a exposição solar, após a depilação, deve ser o tempo de a pele estar íntegra, saudável e hidratada", afirma a doutora.

Esse tempo é diferente, porém, se você está realizando um tratamento de depilação a laser. Quem começou o processo no inverno e ainda não o concluiu, pode precisar dar continuidade durante o verão. O principal cuidado, nesse caso, é não realizar a depilação com a pele bronzeada.

"Se você mudou a tonalidade da pele pela exposição solar, não faça a depilação a laser na área da pele bronzeada. Pode fazer na axila, por exemplo, ou em alguma área que não pegue sol diretamente. Se você optar por se bronzear, retorne a depilação após o verão", orienta Márcia.

 A dica para o pós-verão também vale para quem já começou a pensar em optar pela depilação definitiva. "Tem sido uma constante a gente querer se livrar dos pelos. Há muitas alternativas de laser e é importante saber que o resultado e as características de cada equipamento são determinantes para o tipo de resultado obtido. O laser veio para ajudar as pessoas na qualidade de vida e no conforto, mas é importante pesquisar bem antes de decidir por qual tipo de laser optar", explica Márcia.

Para finalizar, a doutora Márcia recomenda um cuidado especial com as ceras caseiras: muitas são feitas com limão, que tem grande potencial de manchar a pele. Por isso, prefira sempre as fórmulas prontas, disponíveis nas farmácias, pois já são pré-testadas e estão disponíveis a preços acessíveis. Assim, você garante um verão com a pele lisinha e livre de manchas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

menu

Pin It on Pinterest